sábado, 6 de junho de 2009

Kalulu luso-angolano

Este prato, que quero partilhar com todos os que passem por aqui, é especialmente dedicado à amiga Ameixa, que está há que tempos à espera de uma certa receita. Olha, linda, esta não é bem a que tu pediste, porque não leva mandioca (só em farinha), mas se tiveres paciência para ler até ao fim, vais ver que nem se fazia a festa se não houvesse um pau...



Ingredientes

3 colheres (sopa) óleo de palma
3 colheres (sopa) polpa de denden
1 cebola média
10 quiabos (ou a gosto)
1 courgette (ou uma beringela)
100 g espinafres (ou rama de batata-doce)
1 tomate maduro ou polpa de tomate
1 corvina

Para o funge:
água (cerca de meio litro)
fuba de mandioca (150/180g)


Partem-se os quiabos como na foto e deixam-se de molho cerca de 15m, para perderem a "baba". Se gostar desta, esteja à vontade...


Os espinafres e a courgette. Esta parte-se em meias luas.


A polpa de denden, que também se usa na moamba, como se pode ver na lata.

A polpa e a gordura ou óleo de palma.

Faz-se um refogado com o óleo de palma e a polpa, e uma cebola média picada. Junta-se o tomate, a courgette e um pouco de água quente.

Acrescentam-se os espinafres. (Se estiver em Angola, acrescente rama de batata-doce) :)


Acrescenta-se o peixe, e deixa-se cozer.

Enquanto isso, bebe-se um martini...

Juntam-se os quiabos, que não se devem colocar muito cedo, para não se desfazerem.

E pronto, agora é só sentar-se e saborear.

É muito bom. Se gosta de comida com um toque exótico, não deixe de experimentar.


NOTA: Eu não sei fazer o funge. Nasci em Portugal, nunca estive em Angola, e só há uns 10 anos é que soube que existia tal "petisco". E como não morro de amores pelo dito (a não ser camuflado com o molho), nunca me deu para tentar fazer. Além disso, acho que é preciso ter nascido lá, ter vivido lá, tê-lo visto ser feito lá, para "apanhar o espírito da coisa". Além de que é preciso muita força de braço!!
Então, quem o fez foi o angolano, que é o especialista... sei que pôs a água ao lume (a olhómetro, foi um problema para eu tentar decifrar a quantidade...), juntou farinha, igualmente a olhómetro (raios e coriscos!) e depois, quando se viu aflito, chamou-me para eu ir acrescentando farinha aos poucos, enquanto ele suava as estopinhas a mexer aquilo, porque não tem o instrumento adequado....... ahahahahah

quero eu dizer aquele pau que as/os angolanas/os usam lá em Angola para fazer o funge como deve ser.

NOTA 2: a Carolina comeu com puré de batata...

NOTA 3: eu, como boa portuguesa, não resisti a molhar pãozinho no molho!

16 comentários:

Isabel disse...

Olha, eu estou como tu, tem tudo um óptimo aspecto, com excepção do funge, que já provei e não gostei. Tirando isso, venha esse kululu luso-angolano que eu também molhava aí um pãozinho nesse molho!
Bjs

Mary disse...

Claro, português que se preze tem que molhar o pão...
Eu bem que molhava o bico nessa coisa exótica que nunca vi, nem provei! Pois...estamos sempre a aprender! hehehe:)
E o aspecto, amiga...podes mandar vir para o jantar (com ou sem pau)!:)

RUTE disse...

Que espetálico de receita Claudia.

Eu vou fazer isso com tofú, ai vou, vou! Só tenho de comprar a pasta de dendê (???).

Ficou-me mesmo a apetecer semelhante iguaria: Kalulu vegetariano ;-) Ah pois é!

Só não faço Kalulu crudivoro porque ainda não domino a arte LOLOLOL

Cláudia M. disse...

Irmã mais nova, isto de gostar de funge deve ser mesmo questão de hábito de infância... todos os angolanos/as que eu conheço ADORAM funge :( mesmo simples, sem mais nada... well... são gostos! Eu como um bocadinhoinhoinho de funge, e depois como o belo do pãozinho.

Mary, ainda por cima sou filha de alentejano: para mim, qualquer comida acompanha com pão!
Vou já mandar um bocadinho praí...
:) (adorei a tua tarte: nhami nhami)

Rute, é mesmo capaz de ser muito boa ideia, essa adaptação. Eu ainda não me rendi ao tofu, ou melhor, ainda não arranjei coragem de voltar a experimentar. Se calhar depois não quero outra coisa...
Olha, a polpa de dendê (BR), ou denden (ANG), não é obrigatória, tb se pode fazer só com o óleo de palma.
bjs

ameixa seca disse...

Mas quem raio é o Angolano para te fazer andar a pensar tanto no pau? E eu aqui perdida sem Angolano, Português e sem pau (há que tempos não descasco um pauzinho eh eh)!
Obrigadinha pela dedicatória :)
Umas molhavam o bico, outras o pão e eu molhava mesmo o pau que eu cá sou corajosa :) Ou achas que um pauzinho cortadinho (uiiii) não ficava aí bem a assimilar o molho?
;)

argas disse...

Que receita bem diferente! Nunca tinha sequer ouvido falar! Também molhava o pão de bom gosto! ) bjinho

Claudia disse...

Cláudia,

Amei esse prato. Muito parecido com as muquecas de peixe baianas que levam azeite de dendê. A aparência é muito semelhante. E eu tenho a impressão que o funge é uma espécie de pirão? Será?

No Brasil comemos moquecas (tanto a baiana como a capixaba) com pirão, eu amo moqueca com pirão. Tanto as de peixe como as de camaraão. O cozido a portuguesa também come-se com pirão. Mas o pirão é feito com um caldo do molho do peixe (ou da carne) com a farinha de mandioca que deve ser mexida no braço.

Amei a postagem, ficou o máximo e me deu uma vontade de moqueca, ou será de kalulu.... O que sei é que os angolanos tem um papel tão importante quanto, ou mais importante, do que os portugueses na cozinha do Brasil.

Bj,

C.

Cláudia M. disse...

Ó Maria Ameixa, fooooogoooo!!!
Tu fazes-me rir a sério, mulher!
Nem me atrevo a comentar o teu comentário :):) depois mando-te um mail...

Argas, eu com o pão não me contenho: tudo o que tem molho, lá vou eu molhar o pão. Normalmente até é assim que provo um prato, começando pelo molho, com pão!! :)

Cláudia, acho que sim, o pirão e o funge são idênticos, ou iguais, mesmo. O funge tb pode ser feito com farinha de milho, e acho que o pirão também, não é?
Este é feito com água simples, e não com o caldo da cozedura, mas até que era uma boa ideia, já que para mim ele só é comestível enrolado no molho...
é mto interessante a influência das culturas na culinária; tb descobri que no Brasil o cozido "à portuguesa" tb leva (ou pode levar) milho e pirão.
Já fez a moamba?

Bjs para todas.

Mari disse...

Minha linda, seu prato tem um aspecto excelente.... adoro esses pratinhos com bastante caldo, com um pãozinho acompanhando para molhar.
Sou brasileira, mas não nego que corre nas minhas veias sangue lusitano... :)
Bjo grande,

Mari

RUTE disse...

Ai Ameixinha, ameixinha! É só rir contigo :-))

Claúdia M. ainda bem que avisas que a polpa de dendê não é absolutamente necessário.

Sabes que o teu blog esteve outra vez marado?? Passei cá ontem e hoje de manhã e népia de texto central!!

Beijokas.

Cláudia M. disse...

Mari, fico contente de saber que tem antepassados lusitanos :)
eu tenho familiares aí no Brasil, no Rio, um tio e primos que ainda não conheço!

Rute, eu acho que é o internet explorer; eu agora tenho usado o Mozilla e não voltou a acontecer. Com o outro nem eu própria conseguia ver o blog. Enfim!
Pois é, com a D. Ameixa é só rir! É uma "ganda malandreca"!
Bjs

Lina Querubim disse...

http://2.bp.blogspot.com/_CnsNRXINA_k/Siv1DTCT65I/AAAAAAAACtw/LdPyrirVOAw/s1600-h/blogdorado.jpg


Recebi este prémio da blogger Quica http://santitates.blogspot.com/
É um prémio que homenageia os melhores blogs e tem a sua simbologia nas cores que utiliza.

A cor azul representa paz, profundidade e imensidão.
A cor dourada a sabedoria, a riqueza e a claridade das ideias.
O prémio em si representa a união entre bloggers.

As regras:

•Colocar o prémio em situação visível ou linká-lo.
•Anunciar através de um link, o blog que o premiou e premiar até outros 15 blogs, avisando o blogger sobre o prémio.

E os meus blogs dourados vão...para:

http://revolucaodaalma.blogs.sapo.pt/

http://isa-casadosavos.blogspot.com/

http://aimportanciadenaoserimportante.blogspot.com/

http://marilu-mari-lou.blogspot.com/

http://quimio-gigi.blogspot.com/

http://loulououicestmoi.blogspot.com/

http://cinda1960.blogspot.com/

http://maisumbocadinho.blogspot.com/

http://imel-almamater.blogspot.com/

http://superglamorosas.blogspot.com/

http://liliana-comoumafenix.blogspot.com/

http://viveroutravez.blogspot.com/

http://santitates.blogspot.com/

http://isabelguerreiro.blogs.sapo.pt/

http://criominhavida.blogspot.com/

Tenho muitos mais mas o máximo são 15 lamento não colocar todos como gostaria :(

Cláudia M. disse...

Obrigada, Lina :)

Bjs

Mundo de Alice disse...

eu como sou "portuguesa com certeza" também ia molhar um pão!!!

Moira disse...

Olá Cláudia,
Essa comidinha trás-me saudades de Àfrica, tenho que a fazer em breve. Só não gosto, nem de funge, nem de pirão. Quanto ás dúvidas que andavam por aí, o funge é feito de farinha de mandioca, o pirão é feito de farinha de milho branca. Para mim pode ser com arroz branco hehehe
Beijocas

Anónimo disse...

só falta o peixe seco,meio por meio