terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Galette des Rois

Andava eu a pesquisar sobre comidas tradicionais francesas da época natalícia, para as minhas aulinhas de français, quando descobri esta maravilha.
A galette (bolo folhado) é um doce feito em França e outros países francófonos no dia de Reis.

«Alguns acreditam que tudo começou num dia da Epifania (atenção, não é Epifânia (rsrs), é mesmo Epifania: celebração do aparecimento dos reis magos) quando o cozinheiro da Corte de Louis XV, rei de França, quis entregar um esplêndido tributo ao seu monarca. Para isso, quis inventar algo que o surpreenderia, por conseguinte introduziu numa tarte a jóia que pretendia oferecer-lhe. O rei francês ficou encantado com a ideia e pô-la em prática junto da aristocracia da sua época, e não somente entre os franceses, mas também ajudou que se estendesse ao resto da Europa.
Hoje em dia, a tradição consiste em esconder uma fava (ou pequena figura de porcelana) dentro da tarte e a pessoa que a descobre no pedaço que lhe coube torna-se rei ou rainha do dia e deve usar uma coroa de papelão dourado, nalguns locais vendida juntamente com a tarte
.» fonte: http://www.pt.franceguide.com/

A minha ficou assim:



Existem na net muitas receitas desta galette, por vezes até bem diferentes umas das outras. Depois de ver várias, optei por esta:

Ingredientes:

2 rolos de massa folhada (usei de compra)

Recheio (creme de amêndoas - frangipane)

230g manteiga sem sal;
200g açúcar; 200g amêndoas raladas;
4 ovos; 100g farinha de trigo (peneirada);
1 ovo para pincelar a massa.

Faz-se assim: bate-se muito bem a manteiga com o açúcar e as amêndoas raladas. A manteiga deve trabalhar-se primeiro com a ajuda de um garfo, até ficar cremosa.

Juntam-se os ovos um a um, e por fim a farinha. Mistura-se bem e vai ao frigorífico por meia-hora.

Numa forma redonda, coloca-se um disco de massa folhada. Fazem-se uns furinhos com um garfo.

Por cima, coloca-se o recheio, e cobre-se com outro disco de massa folhada, unindo as duas camadas de massa a toda a volta.

Pincela-se com ovo batido e fazem-se uns desenhos a gosto. Vai a forno médio durante cerca de 40 minutos.


Esta esteve no forno pouco mais de meia hora, e no meio ficou mal cozida. Eu até gostei assim, mas por esse motivo aconselhei 40m de forno.
Algumas receitas sugerem também o uso de água de flor de laranjeira, ou essência de amêndoa. Acredito que fique ainda mais aromático, mas este já ficou bastante bom, mesmo sem esses ingredientes.


É uma delícia. Vive la France!!




18 comentários:

Cenourita disse...

Desconhecia completamente a história da Galette des Rois!
A tua ficou um must ;) Sobrou uma fatia para eu provar?

Bisou de la Reine

ameixa seca disse...

Eu até gosto dos bolitos mal cozidos :) Nunca provei esta gallete. Já vi à venda mas os €€€ estão em baixa :)

Isabel disse...

Está linda e super apetitosa! Tens que fazer outra para eu provar:)

Axly disse...

Que linda história... não conhecia.
E esse bolo também, deve estar fenomenal!
Quanto ao gengibre, sempre compro um pedaço e fica na geladeira até por um mês, dá uma muchada, mas continua perfumado.
Kisss^^

Cláudia M. disse...

Cenourita, por enquanto ainda há, apesar de os Reis já irem longe...
na altura não tive oportunidade, mas ainda veio a tempo.

Ameixinha, eu por acaso nunca vi à venda cá. Vi num site francês o preço de uma, era 18€!! Esta ficou mais barata... e eu tb gosto dos bolos mal cozidos.

Maninha, com certeza. É só pedir. É uma delícia. Pode-se fazer a galette du carnaval...

Axly, é mesmo muito bom. Nunca tinha feito, mas fiquei fã.
Obrigada pela dica do gengibre, tenho que o usar depressa.

Bjs para todas.

Gina disse...

Gostei da história e da torta. E com recheio de amêndoas, me ganhou de vez!
bjs.

Inside me disse...

Então foi da Galette des Rois... que nasceu a fava e o brinde do bolo Rei... boa, essa não sabia...

... Algum pão de ló tradicional...não me lembro de onde também fica mal passado no meio...e é um verdadeiro espectáculo...

... e saiu brinde ou fava?hehe ... acho que foi mais...uma deliciosa surpresa...

Cláudia M. disse...

Gina, eu tb nunca tinha feito nem provado, mas é para repetir, sem dúvida.

"Inside me", foi mesmo uma surpresa de comer e chorar por mais... fiz mais por curiosidade, e afinal descobri que é uma delícia.
Qto à fava, pelo que eu li, a tradição já remonta aos romanos, às festas em honra de Saturno, agora o brinde é capaz de ter nascido mesmo da ideia brilhante do cozinheiro do rei.

Bjs

Kláudinha disse...

muito boaaaaa podes mandar 1 fatia aki p o trabalhinho???
já comia com uma meia de leite :P

Cláudia M. disse...

Kláudinha, envio por fax ou por e-mail? eheh
Bjs

Abóbora Amarelinha disse...

Eu não sou rainha, nem pertenço á corte de louis xv, nem monarca, nem epifania, sou uma simples xungoza, e no tempo das vacas gordas a minha sogra (fazer vénia sff )mandava fazer um bolo rei com um presentinho de ouro, e a quem calha-se o presente, lavava a loiça da malta toda, não podia ser tudo bom!!!!
agora essa coisa folhada deve ser bué da boa, tudo o que é folhado é bom.
beijinhos folhados

Cláudia M. disse...

Ora bolas, D. Abóbora, mas afinal isso era um presente ou um castigo? queria ver se não me calhava esse presente de sogra...
bjs

A DONA DO MUNDO disse...

OLÁ
ADORO SEUS ESCRITOS,E SUAS RECEITAS... PRA TE CONHECER MELHOR DEIXEI UM PRESENTINHO PRA VC NO MEU BLOG http://adonadomundo.blogspot.com
UM GRANDE BEIJO AQUI DO BRASIL

ameixa seca disse...

Tenho um desafio para ti no meu blog :)

Claudia disse...

Querida,

Ficou maravilhosa a tua galette dos reis. Eu amo esta tortinha e já deu para perceber que sou super francofila, não? E este recheio de amendoas é tudo de bom.

Estou de volta aos passeios pelos blogues. Agora espero ter mais tempo livre para expandir minha área de atuação e conhecer mais blogues ainda.

Beijos,

C.

Noémia disse...

Olha Cláudiazinha e eu tenho outro desafio para ti no meu blog.E a culpa também é da Ameixa! :)

Cláudia M. disse...

Noémia, aceito o desafio, apesar de o tempo andar curto...

Cláudinha, bem-vinda de volta às blogagens. De facto este doce é maravilhoso, nada se compara ao sabor das amêndoas.

Beijinhos.

Lina Querubim disse...

Olá ihihihhi estás bem?
Obrigado por passares pelo meu espaço :) eu adoro Galette des Rois comi a 1ª vez o ano passado fui fazer o final de ano a Paris,tenho Amigos que vivem lá e de vez enquando damos lá um pulinho a Galette há de amêndoa e de maça e agora já fazem cá nos hipersmercados mas não se compara embora sejam boas, a diferença de quem sabe fazer e eu conheço é a qualidade da massa folhada tem q saber bem a manteiga e não margarina :p já comia
Beijokas