sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Lembras-te quando eu era pequena?

Que saudades deste bebé grande. Já lá vão quatro anos...



Não é que não esteja super feliz com a minha menina crescida, obviamente, mas estas fotos dão uma saudadinha... mas por enquanto ainda dá para dar um colinho de vez em quando, e uns abraços muuuiiito apertados. Tão bom.

Mas é giro quando ela diz: ó mãe, lembras-te disto ou daquilo, quando eu era pequena?

13 comentários:

Kláudinha disse...

tão linda..... miga desafio no blog dos piratas :)

justme disse...

Claro, porque agora elas já são grandes. Também já tens daquelas respostas:"eu é que sei" e "já sabia, pensas que eu sou bebé!"? :) Vão-nos fugindo ( e apesar de ser bom e saudável dá sempre umas saudadinhas!). Bjs.

Inside me disse...

Eles querem crescer depressa ... agora já são grandes, bébés ... isso foi ontem quando usavam fralda.

...só mesmo pequenos no tamanho ... mas com um coração do tamanho do mundo ...

Isabel disse...

Eu às vezes penso que ela está a crescer demasiado depressa. E eu sou só tia!!! Qualquer dia já não quer brincar comigo ao "diz que disse":)

Heloísa disse...

Cláudia,
Que linda!
Mas o tempo passa muito depressa, e logo nossos nenês crescem.
Ainda bem que cada fase tem sua graça, não?
Beijos

Noémia disse...

Pois elas eram pequenas e nós também!
Agora são grandes e as nossas saudades maiores também!

Abóbora Amarelinha disse...

Claudia! ontem até tive medo de comentar...fogo!
hoje sim! até apetece abrir o teu blog, tu já tens saudades? mas ela ainda é um bébézinho, que direi eu que tenho os meus bébés tão grandes,e já não sei quem dá colo a quem e quem sabe mais que quem
beijinhos

ameixa seca disse...

Tão fofinha :) Espero que neve para esses lados, ela vai adorar!!!

Nana disse...

hehehe Claudia,
logo logo ela vai estar namorando e você com a cabeça lá longe, aproveita muito agora amiga.
bjs e bom final de semana.

Gina disse...

Cláudia, que fofa sua filha!
Também gostei das petúnias na janela.
Bjs.

Claudia disse...

Claudia,

Estela fez 9 anos na passagem do ano e então ficamos organizando umas fotos dela pequeninha e me deu umas saudades de doer. É uma coisa estranha ver fotos das crianças pequenas e não as ter mais assim, é como uma pessoa que passou pela nova vida ou mudou para longe. Mas o fato é que ela está aqui, linda, grande, incontrolável e eu preciso me acostumar com a idéia de que crianças crescem, e crescem muito rápido. Mas a sensação de perda vai sempre continuar, eu acho. Uma coisa difícil para uma mãe se acostumar com a passagem do tempo das crias.

Beijos,

C.

Cláudia M. disse...

Pois é, se por um lado o crescimento dos filhos nos traz tanta felicidade, à medida que vão fazendo descobertas, aprendendo todos os dias qualquer coisa nova, às vezes tb ensinando-nos... por outro lado, dá uma pena já não ter aquela coisinha pequenina e fofinha... deve ser por isso que há pessoas que têm 4 ou 5... é para renovar o stock...

Agora, com 7 anos, a Carolina tb já está naquela onda do "eu sei, já sei, eu sei muito bem, etc." Ainda bem, é sinal que está a aprender muito... e depressa... até já sabe o que são adjectivos!! (olha a parva da mãe babada...)

Ameixinha, infelizmente a neve não chegou cá. Até no Alentejo nevou, mas em Lisboa (e Ribatejo), nadinha.

Bjs para todos.

Cenourita disse...

O tempo passa tão rápido... ficam as recordações e olha que a Titó tem 23 anos e diz-me muitas vezes... "Mãe Bela lembras-te de quando eu era pequenina...", claro que lembro, na cabeça de uma mãe fica tudo gravado!
A Carolina está uma menina crescida e aproveita bem poque quando deres conta, já é uma senhorita :)

Beijocas à mãe babada e à filhota querida***