segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Sonia, apresento-lhe a Gila

Cara Sonia, em resposta à sua questão sobre a gila, achei melhor colocar uma imagem, porque pensei que talvez aí no Brasil tivesse outro nome (é daqueles casos em que uma imagem vale por mil palavras). Andei a ver na net, e parece que aí também se chama gila, só que não existe em todas as regiões: é o que faz viver num país enorme como o seu...



Para dizer a verdade, eu aqui em Portugal também nunca vi o interior de nenhuma "ao vivo", só conheço mesmo o doce, mas compro-o em frasquinhos, não sou eu que faço. Inteira já vi, é da família das abóboras.

Aqui em baixo coloquei um excerto de um site brasileiro (brasilsabor), espero que você fique elucidada. E se puder prove o doce de gila, porque é muito bom.

«Os moradores de Bom Jesus adotaram uma fruta pouco conhecida como símbolo da cidade: a gila. No povoado de 12.000 habitantes, que costuma registrar temperaturas negativas no inverno, são raras as pessoas que nunca ouviram falar da gila. Porém, basta sair da cidade para a fruta se tornar desconhecida do público.
A gila é uma espécie de abóbora, de nome científico Cucurbita ficifolia, e se assemelha externamente a uma melancia. Mas ao abri-la, seu interior consiste de uma polpa branca e fibrosa, com sementes grandes e escuras. A fruta provém de uma planta perene, trepadora, com folhas manchadas de branco. A gila, que é conhecida desde a infância de muitos moradores idosos da cidade, se perpetuou pelos quintais das casas em Bom Jesus sem ter sido plantada. Aliás, muitos acreditam que as sementes não devem ser plantadas e sim jogadas sobre a terra para ocorrer a germinação.
Nos restaurantes de Bom Jesus é comum ver doces feitos de gila servidos como sobremesa. Já nos supermercados, é possível encontrar a fruta in natura ou pequenos pacotinhos com bombons de gila. »
Bom Jesus, RS
Bom Jesus pertence aos seguintes roteiros:
Porto Alegre, Serra e Litoral Gaúcho
Receitas
Doce de Gila

Nota: Neste site que eu citei, o nome em latim é "cucurbita"; Segundo a Cláudia (brasileira a viver na Noruega, e que estudou este fruto), é curcubita. Fiz uma pequena pesquisa no Google, e aparece das duas maneiras em imensos sites, portanto fiquei na mesma... vou tentar investigar melhor, mas não tenho aqui à mão os meus dicionários de Latim. Se chegar a alguma conclusão, darei informações.


11 comentários:

Nana disse...

Flor,

aqui também não conhecia, tem mtos frutos que não é comercializado por aqui!
Banana tem de monte, agora a coitada da Gila hehehe
bjs

Cláudia M. disse...

Querida Nana, é uma pena que não haja gila por aí. É muito bom, pelo menos em doce. Mas tb me acontece muitas vezes, ao ler as vossas receitas, ficar "às aranhas" sem saber o que são alguns ingredientes...
Beijinhos

Cláudia disse...

Nossa, eu também nunca vi, deve ser bem regional mesmo, lá do sul! Vou procurar por aqui. Fiquei curiosa!

bjs

Cláudia M. disse...

Querida Cláudinha, espero que vc encontre, e experimente. O bolo de amêndoas com doce de gila é maravilhoso. Olha, qdo visito esses sites, como esse onde vi esta informação, ou o blog da Sonia Novaes, fico com uma vontade louca de ir ao Brasil; mas, para conhecer tanta coisa linda (e já agora, as amigas blogueiras), tinha de ser uns 6 meses... bjs

ameixa seca disse...

Doce de gila não é bom... é delicioso!!!

Cláudia M. disse...

Concordo contigo, Ameixinha. Eu tb adoro. Bjs

Cenourita disse...

Doce de gila é suuubliiimeee! Tenho ali 3 abóboras dessas à espera de irem para o tacho, mas... acreditas que até tenho pena... é que gosto tanto de as ver onde estão :)

Beijocas gulosas***

Cláudia M. disse...

Cenourita Maria (ihihih) eu já vi as tuas lindas abóboras no blog. Eu tb tinha pena de lhes espetar a faca, mas pensa no resultado...
Bjs

Claudia disse...

Olá Cláudia, no Brasil diria 'Xará' já que temos o mesmo nome.

A família da curcubita é imensa e um dos frutos mais conhecidos é a abóbora, mas ainda tem todas as abóbrinhas (chamada courgettes em francês e squash em inglês), os pepinos, os melões, as melancias e as gilas entre outros pois o gênero da curcubitas reúne muitas famílias e a maioria não comercializável.

São frutas, não legumes, em geral concentram óleos e propriedades riquíssimas nas sementes e a carne é composta de muita água e outras tantas vitaminas. Trepadeira com flores e perene, como você mencionou num texto.


Eu estudei esta planta há uns anos para entender um pouco sobre melões e abóboras.

A gila é uma prima e o doce, que eu nunca provei, deve ser tudo de bom pois eu amo todas as outras curcubitas.

Obrigíssima pela visita.

Claudia

Cláudia M. disse...

Cláudia da Noruega, obrigada pelas informações suplementares. Eu fiz este post por causa de uma questão que me colocarm a propósito de um bolo de amêndoa com doce de gila. Pena que vc nunca tenha provado, é mesmo uma delícia. Bjs

Sonia Novaes disse...

Claudia

Como fiquei varios dias afastada do blog,não havia visto a matéria que vc escreveu para mim.
Acho que foi em outro lugar,que deixei um comentario para agradecê-la.
Pela foto,me lembrou um melão que temos aqui no Brasil,de casca verde e que ao partí-lo,lembra muito essa abóbora.Aqui temos também uma abóbora-d'água que se chama coite...vc come a polpa e a casca serve como cuia,porque é rígida.Acho até que já coloquei fotos aqui,mas vou procurar e colocar novamente para vc ver.
É tão maravilhoso esse contato que temos com pessoas do mundo inteiro,porque ficamos sabendo sobre culturas diferentes de outros países,não é mesmo?
Tanta coisa boa que vou aprendendo com milhares de pessoas virtualmente que não tem dinheiro que pague...rss...
Vc conhece um site de culinária que se chama cybercook?
Bjs e muito obrigada..
Sonia Novaes