quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Irmãos completos

Sempre achei horrível a expressão "meios-irmãos". Mas afinal qual é a metade que é irmã? O lado esquerdo? O lado direito? É absurdo!

A Carolina tem um irmão - o Nuno - que fez 18 anos no dia 10 deste mês. Parabéns, Nuno!

O Nuno não é meu filho, mas viveu comigo durante 7 anos, portanto... não é preciso dizer mais nada. E é completamente irmão da Carol, são irmãos de todos os lados! Ela adora-o, e sei que ele também gosta muuiito dela.

Foi indescritível a alegria dela quando o viu, a semana passada (já há umas semanas que não se viam): ia-lhe partindo o pescoço, tal foi a força com que se atirou para lhe dar um grande abraço.

É bonito de ver.

Espero que sejam sempre amigos, apesar da diferença de idades.

Aqui há uns aninhos ele ainda brincava bastante com ela, mas agora, obviamente, tem outros interesses... mas mesmo assim de vez em quando ainda brincam um bocadinho ao "diz que disse" (a outra vítima costuma ser a tia) , ou seja, ela diz o que a outra pessoa há-de dizer a seguir: "agora tu dizias isto ou aquilo, etc.., etc."



Estão lindos, não estão?

6 comentários:

Isabel disse...

É muito bonita a relação deles. E estão lindos na fotografia. Eu nem acredito que o Nuno já tem 18 anos, meu Deus , como estou velha!

justme disse...

Sempre manos, é um elo que nem toda a gente entende, ou não sente do mesmo modo. Penso que tens razão:não pode haver meios o amor, o carinho, existem ou não. Tenho um mano e adoro-o,espero que as minhas filhas tenham o mesmo carinho uma pela outra, apesar do tempo que as separa - 11 anos.Parabéns ao Nuno e parabéns a ti que sabes compreender que não existe 1/2 amor.Bjs. (ando um pouco lamechas, é talvez, o Outono).

ameixa seca disse...

Pois é... às vezes são mais irmãos do que aqueles que são :)
Tão lindinhos os dois!!! Muitos parabéns pelos filhotes ;)

Kláudinha disse...

lindos :) e parabéns ao mano "velho"

Nana disse...

Claudinha,
aqui em casa o meu marido e seu irmão tb são de pai diferentes, mas isso não é problema.
Eles são mais unidos do que eu e o meu irmão que somos de pais iguais.
Tb acho que está por fora isso de meios irmãos.
bjs

Cláudia M. disse...

Amigas, isto do amor, ou é ou não é! Não há meios termos. Há irmãos que não se suportam, há filhos que não se dão com os pais, etc. Mas, felizmente, neste caso, os "meus meninos" amam-se muito, e eu fico muito feliz com isso. Espero que os 11 anos que os separam nunca sejam impedimento para uma grande amizade.
Beijinhos para todas.