domingo, 30 de janeiro de 2011

Com que voz!

É sobre Alain Oulman ou sobre Amália? É sobre os dois. E sobre muitas outras pessoas que com ele conviveram. É sobre um compositor genial, sobre a sua vida fora de série, mas também é sobre Amália. E como não? Poderá existir maior comunhão do que entre a genialidade e sensibilidade de Oulman e a voz grandiosa e sublime da melhor cantora de sempre? Para mim assim é, nem num milhão de anos aparecerá uma voz comparável à de Amália.

Não vou comentar o filme, não tenho jeito nenhum para fazer crítica de cinema, ou transmitir o que sinto ao ver um filme, deixo isso para a minha irmã... :))

Mas não posso deixar de fazer referência às maravilhosas mãos de um pianista (Vieira de Almeida), às fotos magníficas da Amália e às deliciosas irmãs de Oulman, verdadeiramente encantadoras!



2 comentários:

Isabel disse...

Fizeste uma ótima crítica! Também achei o filme muito bonito e inspirador. Em boa hora me convenceste a ir vê-lo :)

Heloísa disse...

Claudia,
O filme deve ser lindo.
Será que virá pros lados de cá?
Bjs.