quarta-feira, 19 de maio de 2010

Por que não uma multa para os meninos que andam a mostrar o traseiro? Fazia mais sentido...


Ainda estou com o sangue a ferver, por isso mesmo vou só escrever umas poucas linhas:
Eu não acredito que a França (Liberté, Égalité, fraternité - lembram-se??) vai punir com pena de prisão as mulheres que se recusarem a respeitar a estúpida norma que as proíbe de usarem a burka, ou seja lá qual o nome que tem o tal véu, porque tem vários nomes, dependendo da quantidade de pele que deixa à mostra...
É claro que eu jamais andaria com aquele véu que deixa apenas a descoberto os olhos, acho até que as mulheres ficam um tanto ou quanto sinistras com ele... mas isso sou eu, que nasci e cresci numa sociedade católica romana.
Agora as mulheres que, por motivos culturais ou religiosos, a querem usar, têm todo o direito a fazê-lo! Em espaços públicos, privados, na rua, na escola, na praia (?), onde muito bem lhes apetecer!
Dizem alguns que são os homens que as obrigam a andar naqueles preparos... Bom, isso aí já é outra coisa totalmente diferente! É óbvio que eles não têm esse direito.
Agora se forem as mulheres, de sua livre vontade, a desejarem usá-lo, pois que o façam, têm esse direito!
Juro, não acredito! A França? Que desilusão...

7 comentários:

M. disse...

Olá Cláudia,
pelo que ouvi nas notícias, a pena de prisão é para os homens delas que as obriguem a tal. Elas pagam é uma multa (150 euros, creio).
A questão é bastante discutível, claro, mas acho que também nós teríamos problemas se fôssemos para o país delas de mini-saia. Ou seja, se por um lado posso concordar contigo em que é um atentado à liberdade delas impedirem-nas de usar burka, por outro o uso da burka também é, em si, um atentado, pelo menos na minha opinião.
Bjs e desculpa vir meter o bedelho ;)
Madalena

Rutha/Pink/Barum/Luna disse...

Concordo plenamente ! As mulheres que usam burkas cresceram vendo suas mães e avós usarem e querem manter a tradição ! Se elas se sentem bem usando a burka, quem somos nós para proibi-las ? Realmente a França, que decepção...
Beijos
Laís ♥

Cláudia M. disse...

Madalena, fizeste muito bem de vir meter o bedelho... :)
Tb acho que é uma questão muito complexa, mas esta proibição parece-me uma medida exagerada e mesmo atentatória dos direitos humanos. Isto no caso de ser a própria mulher a querer usar a burka, claro, esse aspecto está fora de questão. É claro que nós podemos questionar o que é que as faz querer andar com o rosto totalmente coberto, mas se isso é uma opção que para elas faça sentido, então que a usem.

Dona da Rutha & Ciª :)
é essa tb a minha opinião. Elas têm esse direito, e espantou-me muito que logo um país como a França tenha tomado estas medidas. Enfim...

bjs

ameixa seca disse...

Em Roma, sê Romano... vai um bocadinho nessa linha. Mas prefiro não ver as fronhas delas do que ver os cus de alguns :)

Isabel disse...

Maninha, acho que já falámos sobre o assunto e sabes que não penso da mesma maneira. Os fundamentalistas islâmicos não permitem que os ocidentais tenham um comportamento ocidental nos seus países. Uma mulher ocidental, se for ao Irão, por exemplo, tem que usar um véu de modo a respeitar a cultura e a religião vigente no Irão.
A França é um país livre, mas não terão os imigrantes islâmicos que respeitar a cultura ocidental vigente nesse país? Nesse país onde desde sempre as pessoas comunicam umas com as outras cara a cara, vendo a sua expressão, vendo o que dizem os seus olhos?
A burca não é a mesma coisa que cobrir o cabelo com um lenço, como defende o Al Corão. A burca, para mim, é sinónimo de fanatismo e de anulação completa do ser humano, neste caso do ser feminino. As mulheres podem sentir-se bem usando a burca, não digo que todas a usam obrigadas, mas de qualquer forma não consigo deixar de pensar que a burca é um horrível instrumento de castração feminina. Faz parte da cultura islâmica? Faz. A excisão feminina em certos países africanos também faz parte da cultura desses paises e nem por isso concordamos ou deixamos que seja realizada nos nossos.
Bjs

angelina disse...

bom dia
vim aqui parar ao acaso e simplesmente tenho vontade de reagir .pelo amor de Deus estamos na França num pais não musulmano e o respeito do pais onde esta ele
eu estou aqui à 40 anos e posso-lhe dizer que este pais que eu respeito tem sido respeitador e acolhedor para todos os estrangeiros.se acha bem as mulheres andarem de burka entao se outras quiserem andar completamente nuas tambem esta de acordo.desculpe mas a liberdade dos outros acaba onde começa a nossa e tudo tem um limite.
angelina

angelina disse...

desculpe a minha reaçao so agora venho de ler o comentario da sua irma e estou de acordo a cem por cento.sabe que o companheiro dessa mulher tem tres mulheres e fez filhos as tres e vivem todos sem trabalhar à custa das ajudas sociais
acha que a França tem que os governar?
um beijinho