terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Sem título

Antes de mais nada quero deixar aqui uma palavra de solidariedade para com a Cláudia (do blog Sabor Saudade) que está neste momento a passar pela terrível dor de ter perdido o irmão abruptamente, e de se ver a braços não só com os seus próprios sentimentos, como ainda ter que dar o consolo possível aos pais.

Cláudia, como já te disse, quem me dera ser capaz de dizer alguma coisa de consolador, mas é tão difícil ver sentido nestas coisas... Só espero que vocês tenham muita força espiritual para superar este momento. Os meus pensamentos estão aí também.



Deixo-vos entretanto algumas fotos tiradas no passado fim-de-semana, no Alentejo. São para ser apreciadas por todos quantos passarem por aqui, mas dedico-as em especial à Cláudia, já que foi ela que me contagiou com o bichinho das colagens...


Terra de pão e vinho



E outros petiscos

A princesinha

7 comentários:

Isabel disse...

Que lindas colagens, fiquei com saudades do Alentejo! E que linda a nossa princezinha!
Também tenho pensado muito na Cláudia e na situação por que ela está a passar. Espero que os nossos pensamentos de alguma forma cheguem até ela e se transformem em força para a ajudar a superar.
Bjs

Gina disse...

Belas colagens, Cláudia!
Acabei de ter essa notícia sobre a Cláudia e fico muito sensibilizada por ela. A gente cria uma afinidade, um carinho pelas pessoas e não deseja que nada de mal lhes aconteça. Mas a vida surpreende. Triste, muito triste!
Bjs.

Heloísa disse...

Claudia,
Lindas suas fotos.
Como estou praticamente sem internet nos últimos dias, só fiquei sabendo agora, e por você, essa triste notícia do irmão da Claudia. Suponho que ela esteja no Brasil, pois estava para vir em fevereiro, não?
Beijos.

Cláudia M. disse...

Heloísa, sim, a Cláudia está no Brasil há pouco mais de uma semana. Foi muito triste, ainda para mais depois de ela tanto ter ansiado por essa viagem.

Gina, é isso mesmo. É como se conhecêssemos as pessoas, e de algum modo conhecemos, a afinidade acaba por ser muito grande.

Maninha, neste momento pouco podemos fazer a não ser apelar para bons pensamentos.

bjs

ameixa seca disse...

Lamento muito! A dor de uma perda não tem explicação. Um dia ainda hei-de conhecer esse vosso Alentejo :)

Cláudia M. disse...

Ameixinha, estas coisas não têm mesmo explicação, ultrapassam-nos completamente.

Claro que hás-de conhecer o Alentejo. Os melhores meses são Maio e Junho, depois não se aguenta o calor... E agora estava um frio dos diabos, mas no sábado ainda deu para dar umas voltinhas.

Claudia disse...

Cláudia,

Obrigada pelo apoio. Adorei as colagens, adoro colagens e as flores e as mensagens são lindas. E tua filha está mais linda a cada dia.

já estou em casa, ao lado do Per mas com o coração demanchando de tanta dor. Uma coisa muito inesperada que vai custar para descer. Só quando cheguei que consegui desabar e chorar tudo o que tinha preso. Difícil sair da cama, tudo dói, a cabeça dói e a tristeza não me deixa. Minha vida mudou, eu mudei.

Ainda estou com a cabeça nos meus pais que estão devastados preocupados com os netos mas precisando de apoio para sobreviver tamanha dor.

Ainda não me saí uma linha sequer para colocar no blog, mas consegui vir até aqui te escrever.

Estive com a Heloísa em SP e apesar de corrido o encontro foi uma delícia e me deixou feliz.

Bj,

C.