quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Bolo Cremoso de Cenoura

Depois de ver o Bolo Cremoso de Cenoura feito pela Ameixa (inspirado na receita do Tachos de Ensaio), e como até tinha bastantes cenouras em casa, resolvi experimentar. (Não fiz a cobertura de chocolate da Marizé, mas para a próxima vou experimentar - a foto dela está escandalosa).

Os ingredientes que utilizei foram:
3 cenouras
3 ovos
1/2 chávena de óleo de girassol
1 iogurte natural
3 chávenas de farinha (mal cheias)
3 chávenas de açúcar amarelo
1 colher chá de canela
1 colher chá de fermento
1/3 de tablete de chocolate (ralado)

A receita original pedia para ralar as cenouras, mas eu costumo usar um "truque" para tornar essa operação mais rápida, que é triturar as cenouras na "123". Claro que não basta 123, tem que se insistir mais, mas fica com uma consistência muito boa, e como ainda por cima era para bater de seguida com a varinha mágica, achei desnecessário o trabalho de usar o ralador.

Misturei a cenoura com os ovos, o óleo e o iogurte, e com a varinha mágica, bati até obter um preparado homogéneo.
Peneirei a farinha e o fermento , acrescentei a canela e o açúcar. Junta-se ao preparado de cenoura e envolve-se muito bem com uma espátula de borracha.

Em vez das pepitas de chocolate da receita original, optei por ralar aproximadamente 1/3 de uma tablete de chocolate, e juntei ao preparado anterior.
Usei uma forma de buraco, levei ao forno pré-aquecido durante cerca de 40m (180º).




Ficou uma delícia, e asseguro que o aspecto ficou bem melhor do que mostram estas fotos.

Segue abaixo um pormenor do interior:




Peço desculpa pela (falta de) qualidade das fotos; vou pedir ao Pai Natal para me oferecer uma máquina fotográfica. É melhor começar já a pedir, para ele ir juntando o dinheirito...

5 comentários:

Isabel disse...

Eu provei e está divinal!
Os teus dotes de doceira já vêm de longe, sempre foi a tua especialidade. E eu era a "provadora oficial". Agora temos uma nova provadora oficial ainda mais exigente do que eu, a Carolzinha. Se ela aprovou é pq está mesmo bom.

Cláudia M. disse...

Obrigada, maninha. Ainda bem que gostaste. Até agora não houve reclamações. Pois é, até a Carol, que costuma gostar mais da massa do bolo antes de ir ao forno do que depois de cozido, desta vez adorou (eu tb adorava "rapar" a tigela de fazer o bolo, aliás, ainda gosto...).
Bjs

ameixa seca disse...

Eh eh...
Gostei da dica da "123", normalmente ao ralar estrago sempre as minhas unhas :(
Eu também não usei pepitas. Piquei chocolate em barra e foi dar no mesmo.
Ainda bem que gostaste ;)

Cláudia M. disse...

Pois é, Ameixa, eu há tempos atrás "descobri" que era bem mais prático e rápido triturar a cenoura na 123 do que ralar, depende da finalidade.
Bjs

Nana disse...

Claudinha,
seu bolo saiu uma delicia, igual da querida Ameixinha, só que melhor, com mais chocolate hahaha.

A minhas broinhas não sairam iguais que vejo vendendo na padaria, elas são cheias de rachaduras hahaha
Mas aqui comemos essas pequetitas como aperetivos e temos a broa pão de milho tb, redondo e grandão.
É um pão mesmo.
Obrigada pela visita, um dia vou experimentar as broas portuguesas.
Bjs