sábado, 31 de outubro de 2009

Meeeeedooooo..........


O que uma pessoa muda pelos filhos! :)

Se me dissessem, aqui há uns 10 anos atrás, que uma filha minha ia festejar o Halloween, eu ia morrer a rir. Eu, que sempre fui veementemente contra a invasão de tradições de outros países na nossa cultura, que sempre vi em tudo isto uma grande campanha de marketing (e continuo a ver...)

... tive que me render! :(

A miúda há um mês que anda a ser bombardeada com o Halloween na televisão, e como se isso não bastasse, agora na escola deram "autorização" para os miúdos irem disfarçados no último dia de aulas (ontem, 6ª feira).

Oh my God, what am I gonna do? I Surrender.....

Mas pronto, eu até já tenho 43 anos, eu até já não sou tão radical como aqui há uns anos atrás, eu até gosto do Obama... :)))

e além disso parece que a coisa até nasceu no Reino Unido...

pronto, tá bem, veste-te lá de bruxa!!!

Estou a ficar velha, é o que é!




32 comentários:

Noémia disse...

Olha, Cláudia, compreendo-te perfeitamente. Eu também era assim contra o marketing que nos impinge todas as datas e tradições possíveis e imgináveis...Depois, com os filhos...rendemo-nos e deixamo-nos vencer.
Além quem se atreverá a criticar-te com uma bruxinha tão linda que nos derrete todas! Venham as datas todas para os vermos assim lindos e felizes! :)

Cláudia M. disse...

Noémia, ainda bem que me compreendes. :))
Tocaste na questão essencial, é que ela estava incrivelmente feliz! Perante isso, temos que ceder... Desde que as cedênias não se estendam a outros aspectos mais importantes, há que deixá-los celebrar. :)

bjs

Cláudia M. disse...

Queria dizer cedências...

Isabel disse...

A nossa bruxinha estava linda e feliz e até a tia e a avó entraram na brincadeira! Também pusemos a peruca e o chapéu e brincámos às bruxinhas com ela :))
A tradição é celta, foi da Europa para a América, depois os grandes artistas do marketing que são os americanos espalharam-na outra vez pelo mundo inteiro. É assim. O problema é que estas datas são exageradas para fazer dinheiro, mas olha, com uns improvisos, pode-se fazer uma bruxinha linda por pouco dinheiro!!!
Bjs
Bjs

Cláudia M. disse...

É isso mesmo, mana, tens toda a razão. E como eu tinha uma "animosidadezita" contra os "ianques"...
mas agora felizmente estou mais sensata, é bom saber destrinçar o que é realmente pernicioso do que é relativamente inofensivo. :)
Mas eu quero ver essas fotos, vocês devem ter ficado bué giras... :))
bjs

Claudia disse...

Claudia,

então somos duas Cláudias iguais neste ponto. Eu estava aqui, algumas horas atrás pensando com meus botões, enquanto via uns doces no Taste spotting com decorações de halloween, como eu detesto halloween, acho uma celebração idiota, uma grande bobagem, uma festa feia no sentido estético, de mal gosto, péssimas ilustrações, doces pessimamente decorados. Nada a ver!

Para além do fato de ser comercial e ser uma coisa importada, nada contra produtos importados, eu acho é de mal gosto. Eu estava falando isto com as crianças. Disse que não me importo que eles celebrem, que se fantasiem, mas que eu não gosto, não quero eles circulando pela rua a noite, que não vou fazer nunca uma festa de halloween, até porque será sempre o aniversário do Per que eles querem sempre fazer virar halloween...

Mas a gente vira mãe e vira boboa, sei lá.

C.

Cláudia M. disse...

Claudia,

eu tb nunca achei graça nenhuma ao Halloween, até pq aqui em Portugal é uma coisa relativamente recente, importada dos EUA, claro. Era por isso que me irritava mais.. :)
Mas é o que dá a globalização, o canal de tv preferido dela neste momento é um que só passa séries americanas, tipo Hanna Montana e outras do género...
Além disso, nas escolas, tb se tornou uma "tradição", nestes últimos anos. O que é que uma mãe vai fazer? :)) Se vai opor-se a 100%, vira ditadora... e pensando bem, tb não é uma brincadeira prejudicial, e eles adoram toda aquela porcariada de caveiras, esqueletos, sangue, diabinhos, bruxas, e etc.
Bruxa para mim ainda é o mal menor, até lhes acho uma certa graça. Lembrei-me da Claudinha do "Magia". Mas lá é mesmo tradição, aqui foi uma tradição imposta!

bjs

Claudia disse...

Cláudia,

fiquei má da mente e escrevi mal ao invés de mau... virei pica pau!

Eu acho tudo o que é comercial demais e o tema do terror uma cafonice, principalmente se é uma coisa artificial, de fora para dentro. Mas sabe que gosto de bruxas...

C.

ameixa seca disse...

Eu não gosto nada deste dia mas não digo que nunca o vou festejar :) Estava uma bruxa assustadora he he

Cláudia M. disse...

Cláudia,
eu tb fico mal da mente mtas vezes... :)))
pensei que o "mal" fosse do port. do Brasil.

Ameixita, nunca se pode dizer "desta água não beberei", pelo menos eu não posso, cai-me logo em cima um feitiço :))

beijinhos

Lina Querubim disse...

Pois é...agora já não é o pão por Deus agora preferem o dia das bruxas!
Mas que fazer????
Eles querem ser como os outros e os pais têem que entrar no jogo :) beijinhos para ti e para a bruxinha que está mais para princesa ;)

Cláudia M. disse...

Obrigada, Lina.
Pois é, em algumas aldeias acho que ainda pedem o pão por Deus, isso sim é uma tradição portuguesa. Aqui em casa vieram várias vezes bater à porta a pedir guloseimas...

bjs

Abelha Maia disse...

Pois é temos que nos adaptar e depois de termos filhos, engolimos muita coisa que diziamos, eu falo por mim...ela está horrivelmente linda.
bjsss

Cláudia M. disse...

Abelha Maia, obrigada :))
Por acaso (?) acho que ela fica bem de bruxa, uma bruxinha simpática :)

Pois, e o teu que já é adolescente... nem quero imaginar quando chegar essa fase...

beijinhos

Carol disse...

Olha Claudia, eu acho que desde que as culturas, produtos e seja lá oque for não interfiram nas nossas vidas de maneira negativa, não há porque ser contra. Temos é que semrpe provar coisas novas. Conheço gente que nçao bebe coca cola e nem come mac donald's porque pensa assim, e morrem de vontade, ai acho uma baita bobeira. Sua filha está uma bruxa lindinha!! Beijão

Cláudia M. disse...

Carol, houve uma altura em que eu "embirrava" com quase tudo o que viesse dos EUA... :))
Hoje em dia já não é assim, não concordo com muita coisa, mas isso acontece com muitos outros países...

De Coca-cola eu não gosto lá muito, mas vou quase todos os meses com a "bruxinha" ao McDonald's, e gosto, sim! :)

beijinhos

Lina Querubim disse...

Claúdia os Meninos vieram a minha casa pedir Pão por Deus dei bombons era o que tinha aqui :p já á anos que vêem aqui :p por aí não vão???
Beijokas

Cenourita disse...

Pois eu cá, não sou a favor nem contra estes hábitos, tradições, festejos. O que importa mesmo é ver e sentir as crianças felizes.

Aqui, a tradição é o "Dia do Bolinho" também chamado de "Dia de Pão por Deus".
As crianças vêm bater às nossas portas e pedir o bolinho, trazem uma saquinha na mão e nós damos guloseimas e ficamos felizes com a alegria delas.

A Carolina tá uma bruxinha lindaaaa!

Beijocas***

Cláudia M. disse...

Lina, aqui vieram mas disseram "doce ou travessura"...

Cenourita, aqui a tradição já não é o que era...
A Carolina andou encantada da vida: "é a minha 1ª peruca"... :))

beijinhos

M. disse...

Espectacular! Ficou lindíssima!!!
Quanto a ser ou não tradição, o que importa é sermos felizes! Até eu ponderei fazer uma festarola neste fim-de-semana, mas estava cansada e adoentada, senão...
Bjs,
M.

Cláudia M. disse...

Olá M., espero que já estejas melhor :)

Lá feliz estava ela, sem dúvida!

bjs

TiTó disse...

E que linda que ficou a Carolina :)

Beijinhos grandes***

Cláudia M. disse...

Obrigada, Titó! :) Tb acho :)))
bjs

Heloísa disse...

Cláudia,
Que bruxinha mais charmosa. Não vai dar medo em ninguém.
Eu também não gosto dessa importação de costumes, mas vamos ver quando chegar a hora da Isadora se eu não vou achar lindaaa.
Beijo.

Cláudia M. disse...

Heloísa, vai achar a Isadora linda de bruxinha, posso apostar. :))

A Carolina quis ser bruxa, mas qdo eu estava a maquilhá-la, ia sempre perguntando: "estou bonita?"

Bruxa, mas nem tanto... :)

bjs

TiTó disse...

miga deixei-te um desafio no meu blog :)

beijocas

Beth/Lilás disse...

Mas, que bruxinha bonitinha!!!!

A globalização e o modo como os americanos 'vendem' seu negócio é muito forte e quando chegam ao gosto infantil, aí não tem jeito, amiga!
um abraço carioca

Cláudia M. disse...

É mesmo, Beth, para eles é difícil explicar certas coisas, o que conta é que querem "alinhar" na diversão...

bjs

Lúcia Soares disse...

Oi, Cláudia. Fui ler a Izabel e cheguei até você. Depois volto pra ler com mais calma, viu? Ando adorando descobrir blogueiras portuguesas, com seu jeito gostoso de escrever. Prazer em lhe conhecer! Um abraço de mais uma brasileira.

Cláudia M. disse...

Olá Lúcia
O prazer é meu. :) Logo que possa vou tb conhecê-la melhor. E eu tb gosto muito do vosso jeitinho de falar e escrever... :))

bjs

Abóbora Amarelinha disse...

Querias tu... ser uma bruxinha como a Carolina.
Eu não ligo nada a isso, mas que ela ficou gira lá isso ficou...
A minha filha volta e meia pergunta se eu tenho novidades da carolina (aquilo é que foi amor...)
beijinhos

Tens que dizer há carolina para abrir um blog..lol lol

Cláudia M. disse...

Abóbora, não tarda muito e ela está a blogar...