sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Ai a minha vida!!!


Em primeiro lugar quero pedir desculpa às pessoas que tinham deixado aqui comentários ontem. É que eu eliminei o post que tinha colocado ontem com esta foto, e consequentemente os comentários.

E sabem porquê? É que esta foi uma manhã de angústia! Que sufoco!!

Ainda não eram 8 da manhã quando me levantei. Uma das primeiras coisas que vi foi o Sr. Miau Amarelo à janela. Por acaso até achei estranho, porque a menina Mimi é que é muito janeleira. Gosta muito de estar a espreitar os pardais que andam por aí a esvoaçar. Aliás, eu estou-lhe sempre a dizer para ter cuidado, porque não tem asas!

Continuando... normalmente logo de manhã eles andam a pedir o pequeno-almoço, e miam, e ronronam, e roçam-se nas pernas, etc., quem tem gatos conhece o ritual. Eles têm sempre disponível a tijelinha com os "secos", mas de manhã habituaram-se a uma comidinha diferente, e os hábitos de gato são tramados!

Vai daí, o Amarelo fez tudo isso, e miou e miou, e da Mimi nem vestígios. Claro que estranhei. Chamei-a, procurei-a pela casa TODA, VASCULHEI TODOS OS CANTINHOS, E NADA VEZES NADA!!

Se fosse da parte da tarde até talvez não estranhasse, porque eles passam horas a dormir, mas de manhã costumam estar bem activos, e achei realmente estranho. Comecei logo a transpirar... a Carolina dormia regalada...
bem, depois de ter dado duas voltas inteiras à casa, de ter espreitado por todo o lado, e nada, fiquei mesmo aflita.

Fui espreitar a todas as janelas, já a pensar que a ia ver estatelada lá em baixo, cruzes canhoto!

Mas nada. Fui à rua, andei às voltas feita parva, procurei por todo o lado aqui à volta, e nem o mínimo vestígio da bichinha!

Mas o pior ainda estava para vir. Quando a Carolina acordou e tive que lhe dizer que a Mimi tinha desaparecido, é que foi bonito. COITADINHA! Chorou tanto, até me fez doer o coração, e eu a tentar fazer-me forte, mas também com mais vontade de chorar que outra coisa... FOI HORRÍVEL!!

E eu sem saber o que fazer! Parecia uma barata tonta. Telefonemas, tudo em alarido, mas o que terá acontecido, alguém a apanhou, está aqui, está ali, eu só a imaginava transportada nos dentões de um canzarrão, porque costumam andar por aí alguns com um tamanho um bocado assustador, e ela tão pequenina, ai meu Deus, as coisas que me passaram pela cabeça!

Voltei a procurar na rua, desta vez com a Carol, pobrezita, a espreitar debaixo dos carros, por tudo quanto era sítio... nada! Voltámos para casa, ela com o rabinho entre as pernas, eu nem sei como estava.

Fui 555 vezes à janela, a todas as janelas, para ver se a via a sair de dentro de algum arbusto...

já passava das 10h30 quando me apercebi que tinham accionado a rega automática aqui nas traseiras do prédio, onde há um espaço relvado com árvores e arbustos. Pensei que isso era bom, se ela estivesse escondida por aí, talvez fugisse do jacto da água...

Eu moro no 2º andar. Olhei lá para baixo, e nada. Mas qual não é o meu espanto quando vejo aparecer uma cabecita preta NA JANELA DA MINHA VIZINHA DO 1º ANDAR!!!!!

Acho que dei um salto, um grito, sei lá eu. Lá fui a correr: "Carolina, a Mimi está em casa da Margarida", e lá fomos bater à porta da vizinha, que nem se tinha apercebido de nada, porque tinha a porta desse quarto fechada! E a palerma nem sequer miou, devia estar tão assustada que nem piu...

Imaginem-me só o filme: caiu-me da janela e deve ter-se segurado no estendal da vizinha (felizmente os gatos têm mesmo 7 vidas), e teve a sorte de apanhar a janela aberta, e lá vai disto.
Devia estar a tentar apanhar algum pardal, porque há aqui uns plátanos que estão praticamente colados ao prédio, ou então uma mosca, uma borboleta, qualquer coisa com asas... SÓ COMIGO!

Bem, eu ainda estou em choque. Já a dava como perdida, estava completamente à toa.

Cenourita e Titó, eu JURO que nunca mais deixo a Mimi Maria ficar sozinha na janela! :))

Há muito tempo que não apanhava um susto tão grande. E espero não apanhar nenhum parecido tão depressa. UFA!

Pronto, foi por isso que eu tirei o post. Quando me lembrei que ainda ontem tinha posto aqui as fotos deles naquele LOVE todo, até fiquei com um nó na garganta. :(

Mas pronto, tudo está bem quando acaba bem. Tenham cuidado com as janelas, que eu vou fazer o mesmo. Não quero que a experiência se repita. Nem quero imaginar se ela não se tivesse segurado nas cordas.

(Ainda não se aproximou sequer da janela. Será que lhe ficou de emenda? hummmmm)

14 comentários:

Nana disse...

Amiga, a sua gata foi visitar a sua vizinha, pena que não levou um pratinho!
Mas que susto né?!
Bjss

justme disse...

Não te fies muito nessa de lhe ter ficado de emenda, pq o Teco,que é o1/2 siamês da Sofia tb tinha a mania das janelas quando morávamos na outra casa, uma vez veio cá parar abaixo, mas eu ia a entrar no escritório e ouvi as unhas dele no aluminio da janela, fui logo lá abaixo e ele estava tipo barata tonta pq encontrou um amarelo e deve ter pensado q era o Garfield: estava a levar no focinho. Esteve umas semanas sem ir à janela.Um dia andava eu em arrumações tocaram à campainha e uma voz grita-me, lá de baixo"D. Paula o Teco está em casa?" E eu, muito segura de mim mesma:"Está sim, D. Antó...." e eis que o dito me passa a correr pelo meio das pernas. Por isso acho que o melhor é não adeixares ir para a janela :)). Bjs.

Abóbora Amarelinha disse...

Não precisavas de "amandar " a Mimi maria fora, só para ficar-mos a saber que tens muitas janelas.

E tens que avisar a vizinha, que quando fizer ratos de cebolada, fechar bem a janela dela, para o cheiro não atormentar os teus miaus.

tadinha da Carolina, eu estava a ler o post, e a imaginar a vossa aflição.

beijinhos

a tourada está bem encaminhada?

EMPRESÁRIA DE SUCESSO disse...

Que sena!
Acabou bem, que bom!
Bom fim-de semana

Cláudia M. disse...

Nana, a vizinha tb se assustou, qdo soube que lhe tinham invadido a casa...

Justme, felizmente esta não encontrou o Garfield! mas andavam por ali uns cães a vadiar, desses é que eu estava com medo. Tivemos mta sorte!

Ó Abóbora, não tenho assim tantas janelas... são só 5!! :)) e 3 delas com vista para o Tejo! hehe A casa não é grande coisa, mas pelo menos tem boas vistas...

qto à tourada, parece que estão a ver se contratam o Pedrito de Portugal, mas não sei se ele se vai aguentar...

Empresária, foi um susto enorme! Agora parece-me um filme cómico, mas na altura estava mesmo aflita!

beijinhos

Abelha Maia disse...

Claudia, o meu Amarelo, quando veio cá para casa, logo nos primeiros dias, nós temos por aqui uma pessoa que tem muitos pombos numa casa, então ele adora ve-los, então foi a correr e saltou pela varanda fora, o que vale é um 1ºandar, mas valeu um nariz esfolado e uma pata aleijada, apanhamos um susto tão grande que eu sai a correr para a rua aos gritos de camisola daquelas de andar em casa e cuecas...hehe, mas não ganhei para o susto.
Ainda bem que tudo terminou pelo melhor.
bjsssss

Cláudia M. disse...

Abelha Maia, essa também foi das boas... já me ri com o filme... pregam-nos cada susto! Eu só não fui logo a correr, pq ainda andei à procura dela cá em casa...

Cláudia disse...

É muito sociável!!! :)
O que interessa é que correu tudo bem.
Bom fim de semana.
Bjs
***

ameixa seca disse...

Ai que a gaja é atrevida! A mim dava-me uma coisa má e de certezinha que ficava logo toda ranhosa e atarantada!
Que sorte a gata ter-se agarrado ao estendal... já estava a ver o Amarelinho a ficar viúvo, balha-me Deus ;)

Isabel disse...

Que grande aventura!!! Mas como é que esse piolho se consegiu agarrar às cordas? Eles têm mesmo 7vidas e muita ginástica!!!
O que vale é que acabou tudo em bem. Olha, agora que já passou fico a pensar que gostava de ter visto a cena, hihihi
Bjs

Mary disse...

Realmente, até eu sofri ao ler o teu relato...eles fazem um casalinho tão giro e ternurento que seria um crime separá-los (e da pior forma)!
But, all's well that ends well! hehehe:)

Cláudia M. disse...

Cláudia, é isso, ela quis ir fazer uma visitinha à vizinha, de uma forma original...

Ameixa, viúvo não, órfão de irmã... se bem que a partir de uma certa idade eles esquecem os parentescos...

Mana, eu adorava ter visto o filme, uma gata pára-quedista que se esqueceu de pôr o pára-quedas :)

Mary, é incrível, mas ele tb já andava um bocado à toa, não sei se a viu "descolar" ou não :)

beijoquinhas

Sónia Alexandra disse...

Os gatos são mesmo assim. Tenho uma amiga que chega a estar semanas sem saber do dela...mas depois lá vem ele, faminto, sujo, mas sabe que tem a porta aberta. Beijinhos e óptima semana.

Baú da Conceição disse...

Claudia, a história não é para rir, mas fez-me lembrar as minhas aventuras quando tinha o meu Kikas, esse nem sei as vezes que voou pela janela e na altura era equivalente a um 4º andar,não podia ver coisas com asas e lá ia ele atras delas, o que é certo é que nunca se magoou, nem ganhou medo ás alturas.

Beijinhos