sábado, 21 de novembro de 2009

Para a minha irmã


Para a minha melhor amiga -

a minha irmã,

que nasceu no dia 21 de Novembro de 197.....


BONS AMIGOS

Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!

Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!

Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!

Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!

Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!

Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,
Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!

Machado de Assis


William-Adolphe Bouguereau, A childhood idyll


Embora eu seja a mais velha, sou eu que olho para ti com olhar de admiração.


E a vida vai melhorar, ora se vai melhorar!


segunda-feira, 16 de novembro de 2009

There will be an answer





And when the night is cloudy

There is still a light that shines on me

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

PORQUÊ??



Por que é que o mais recente prémio Nobel da PAZ - Barack Obama - está a ser pressionado para mandar para o Afeganistão um mínimo de 10 000 soldados, para muitos deles regressarem dentro de um caixão ou gravemente feridos??

Vi há dias uma reportagem de soldados britânicos que regressaram quase totalmente incapacitados. Nunca vou esquecer um deles, de 19 anos, que perdeu ambas as pernas e um braço, além de ter a própria cara deformada. PORQUÊ?? Em nome de quê???

***


Por que é que a floresta amazónica continua a ser diariamente devastada? Será que alguns países, nomeadamente o Brasil, vão conseguir cumprir o objectivo de diminuir a desflorestação nos próximos 10 anos? Por que é que os grandes interesses económicos continuam a sobrepôr-se a tudo o resto? Por que é que continuam a sobrepôr-se à sobrevivência do planeta onde habitamos?

***

Por que é que em alguns países, Portugal incluído, se continua a administrar INDISCRIMINADAMENTE, ao mínimo sinal de gripe, sem saber se é a gripe A (causada pelo vírus H1N1) ou a gripe sazonal, os medicamentos próprios para a GRIPE A?? Os cientistas (e as pessoas com um mínimo de bom senso) já alertaram para o perigo dessa situação, já que isso só vai contribuir para o fortalecimento do "bicho" e para que o organismo do doente, se chegar a ser verdadeiramente infectado com aquele vírus, possa já não responder adequedamente ao tratamento. PORQUÊ?? Por que é que há centenas de pessoas que estão a ser diagnosticadas como atingidas pelo H1N1 sem serem feitos os testes? É certo que o Instituto Ricardo Jorge, responsável pelas análises, está quase em ruptura, e só pode fazer análises em situações de risco, mas será uma boa política usar aqueles medicamentos como PREVENTIVO? Os cientistas acham que não, eu concordo com eles, mas as FARMACÊUTICAS precisam de vender vacinas e medicamentos... PORQUÊ??

Tenho uma amiga que levou o filho de 9 anos a um hospital pediátrico, por estar a sentir-se mal e com 38,5 de febre. Foi-lhe diagnosticada Gripe A. Ao fim de 2 dias já não tinha febre, e não chegou a ter febre mais alta que isso. Será que era mesmo Gripe A? Parece que não... nenhum familiar ficou doente (felizmente), e passados 3 dias o miúdo já estava fresco...

Eu não culpo os médicos desta situação, longe de mim, aliás nesta altura era das últimas profissões que eu quereria ter, já que o factor responsabilidade é demasiado importante, e até é natural que eles joguem pelo seguro. Além disso, as ordens vêm de cima...
Também já aconteceu o contrário, uma criança ser mandada para casa 2 vezes, porque era uma virose sem importância, e passados dois dias falecer. Pode dizer-se que aqui os médicos jogam pelo seguro, já que mais vale prevenir. Mas o que é certo é que neste momento há bastantes pessoas a serem medicadas para a gripe A, quando na verdade não estão infectadas com o H1N1, com tudo o que isso acarreta em termos de imunidade do organismo.

***

Por que é que um jovem de 32 anos se suicida, deixando uma filha de 8 meses para criar?
Esta questão, apesar de ser do domínio particular, não deixa de me afligir bastante. O suicídio é um acto que me causa horror, tenho pavor só da palavra, acho mesmo uma coisa horrenda. Felizmente não tenho nenhum caso próximo de familiar ou amigo que se tenha suicidado, não é portanto por nenhum motivo pessoal, mas faz-me bastante aflição. Já me basta ter tido uma prima que foi arrancada à vida aos 28 anos, com um cancro, facto que até hoje não consigo aceitar. Então se alguém meu conhecido tivesse a infelicidade de cometer essa loucura, não sei como iria aguentar.

Neste caso, e refiro-me a Robert Enke, alemão, ex-guarda-redes do Benfica, devo dizer que apesar de não o conhecer para além do facto de ser uma figura pública, fiquei chocada com a notícia. E isto não tem nada a ver com clubes, aliás como já tenho dito nem sequer tenho clube. Por acaso qdo ele veio para Portugal, há 10 anos atrás, eu até era simpatizante desse clube, e tinha mesmo uma grande simpatia por esse "miúdo" giraço, excelente guarda-redes, amigo dos animais, enfim, com todo o ar de ser uma "boa pessoa". Hoje em dia detesto o mundo do futebol, apodrecido pela corrupção, e não há nenhum clube que me seduza.
Há anos que não ouvia falar do Enke, mas qdo esta semana vi a notícia da sua morte, era como se ele tivesse saído de Portugal há poucos meses atrás.
Claro que não posso imaginar o que iria na cabeça dele, é claro que quando uma pessoa comete esse acto, é porque está num estado de completo desespero, mas fez-me muita impressão o facto de ele e a mulher terem adoptado uma bebé (depois de terem perdido a sua filha biológica de 2 anos), que agora fica novamente órfã, com apenas 8 meses. Sinto-me triste por ela, pela mulher dele, e por todos os familiares de pessoas que cometem suicídio.
Espero, por mim e pelos outros, ter sempre a lucidez suficiente para perceber que esse acto acaba por ser egoísta, pois vai provocar um sofrimento enorme nos familiares e pessoas próximas. Volto a dizer que até compreendo que a pessoa que se suicida está em total desespero, e que provavelmente não tem o discernimento de pensar no sofrimento terrível que vai provocar aos que lhe são próximos.

Olhem, desculpem este texto tão "para baixo", mas há questões que mexem muito comigo, e hoje fui alertada para algumas delas em simultâneo, precisava desabafar...

Por favor, sejam felizes.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Presépio de Pão

Felizmente as minha idas aos hospitais têm sido proveitosas. :)

Eu sei que o Natal ainda vem longe - ou talvez não - mas não resisti a publicar aqui este presépio, que se encontra na Igreja (do séc. XVI) do Hospital de Sto. António dos Capuchos.



E porquê? Se repararem bem, as rochas do presépio são feitas de...PÃO!! Não é o máximo?

(clicar para ampliar)

Vivi durante mais de 30 anos a uns 500 metros deste hospital, e nunca tinha entrado na capela, entrei ontem pela primeira vez. É muito bonita! E não era suposto tirar fotos, mas a senhora querida que toma conta da Igreja lá fez o favor de deixar (juro que não a subornei...)

Fotos tiradas nos jardins do hospital, excepto as dos cogumelos na árvore, que encontrei na rua em frente.


E cá vamos com este Novembro ameno e florido, embora hoje de manhã estivesse bastante nevoeiro e "fresquinho". Aos poucos o Outono está a chegar...

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Cidadania e desafio

Proposta da Carolina, desafiando-me para uma brincadeira:

«Eu era uma princesa e tu eras uma cidadã...»

ahahahahahah (na altura eu ainda estava a comer a sobremesa, e juro que me ia engasgando...)

Um dia destes tenho que lhe ensinar umas coisitas sobre democracia e etc., etc., .....




Aproveito para responder a um desafio da Titó. Também quero aproveitar para pedir desculpa por ter deixado alguns desafios por responder, mas às vezes depende do tempo disponível, da disposição, enfim... não levem a mal :)

Então, é suposto completar as seguintes frases:


a) Eu já . . . fui a Paris, e amei. Até prova em contrário, acho a cidade mais linda do mundo :)

b) Eu nunca . . . fui a África, mas adorava ir (Angola, Moçambique, e por aí fora... de Angola à contracosta? Mas como não gosto de andar de avião, era mesmo de jipe...)

c) Eu sei . . . que ainda sei muito pouco.

d) Eu quero . . . ter saúde.

e) Eu sonho . . . viajar muito, perder o medo de andar de avião, e ter um grande saco cheio de €€ para financiar as viagens...

Não tenho o hábito de passar os desafios, mas se alguém quiser fazer algumas revelações, esteja à vontade.