sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Pombas!



«Apesar de simbolizar a Paz, a pomba é considerada praga urbana por ser hospedeira de diversos organismos que causam prejuízos à nossa saúde. Mesmo assim, a pombinha não deixa de ostentar sua beleza e graça. A foto foi tirada na Praça da Liberdade, em Belo Horizonte. »

copyright Celma Leite
site trekearth.com



Eu sei que a pomba é o símbolo da Paz, etc. e tal, MAS.... lamento dizer que não gosto nada de pombas!! Eu até gosto muito de animais, e nem sequer tenho tendência para a descriminação, mas... não posso evitar que elas me causem repugnância. Além disso, está mais que provado cientificamente que são transmissoras de inúmeras doenças.

Bem, adiante...

Foi preciso pegar hoje no jornal "Destak" para ficar a saber que

« 16 pombais ameaçam saúde pública em Alverca »

que, por acaso, até é a cidade onde eu moro...

Transcrevo de seguida alguns excertos da notícia do Destak:

«No centro de Alverca há 18 anos que existem pelo menos 16 pombais paredes meias com habitações. O Destak foi alertado para a situação por Fernanda Bravo, 65 anos, moradora há 40, a quem foi diagnosticada alveolite alérgica extrínseca em Maio deste ano, uma doença comum em pessoas que convivem com aves.

(...) fala com respiração ofegante e clara dificuldade. «Tenho o pulmão direito parado (...) e tive que deixar quase todas as minhas actividades, porque sinto um grande cansanço».
A primeira consulta no serviço de pneumologia do Hospital Pulido Valente (...) Seguiram-se muitas outras, que culminaram na necessidade de efectuar uma biópsia pulmonar (...)
Desse exame resultou uma indicação médica clara: é necessária a cessação definitiva do contacto com os pombos; «a persistência desta exposição pode condicionar a progressão e o agravamento da doença e conduzir gradualmente à falência respiratória e morte por fibrose pulmonar irreversível», lê-se no relatório médico (...). »

Que coisa horrível!

Felizmente que não moro perto de semelhante pombal, nem sequer sei onde fica! Ainda por cima com rinites alérgicas na família, devia ser bonito...

Continuando a citar o Destak:
«Correntes de ar, contacto com penas ou excrementos das aves são formas de contrair a doença, quando verificada a alergia à sua proteína.
O caso já foi exposto à CM de Vila Franca de Xira, responsável pelos pombais, que assegurou a saúde dos animais. O veterinário municipal assegurou que todas as medidas de higiene estavam a ser respeitadas, no entanto, a alveolite alérgica não está relacionada com qualquer doença das aves.
O problema está no convívio com os próprios pombos
, e tal foi claramente explicado à autarquia. Segundo alerta o médico do Pulido Valente, a doença de que Fernanda sofre pode levar «à destruição da função pulmonar ou até morte». »

É apenas um caso, diz a Câmara Municipal!

«O (...) responsável pelo departamento de Qualidade Ambiental, explicou que foram feitos exames e não consideram que exista uma ameaça à saúde pública. Relembrou a grande tradição que o município tem na sua relação com os pombos correios:
«Temos muitos grupos colombófilos aqui, há vários anos. Esta é a única situação que conhecemos», disse. »

Que conveniente! Mas por que é que não põem os pombais num local afastado das habitações?
(Digo eu, claro!)

«Para Fernanda, a solução não é simples: (...) Mudar de casa é (...) um cenário financeiramente difícil.
Fernanda duvida que o seu caso seja único: «tenho duas vizinhas com problemas respiratórios e com certeza haverão mais». O Dr. Leonardo Ferreira, confirma esta possibilidade: «muitas pessoas podem estar doentes sem saberem», já que uma exposição tão intensa a aves não raramente resulta na doença. »
(Os "negritos" são da m/ autoria).

Foto do jornal "Destak":



Mas pelos vistos, não é só em Portugal que elas causam estragos:


3 comentários:

ameixa seca disse...

Eu não tenho nada contra as pombas... a não ser quando decidem largar algo incómodo dos ares ;)
Mas concordo que deveriam estar em sitios isolados!!!

Cláudia M. disse...

Ameixinha, há sítios onde é uma verdadeira praga: em Lisboa, por exemplo, são aos milhares, e não estou a exagerar. Os excrementos deles corroem monumentos onde elas se instalam, como igrejas, etc. Além de às vezes tb provocarem estragos na nossa roupita ou cabelo, o que é mesmo uma m....! (Peço desculpa). E é verdade que transmitem doenças, até dizem que "são ratos com asas", salvo seja...
Bjs

Isabel disse...

É verdade, em Lisboa são uma verdadeira praga e ninguém consegue fazer com que os bichitos procriem menos! É que são aos milhares! Felizmente aquele casal que andava a visitar a varanda aqui de casa foi "sujar" para outro lado.